ILHA DA MAGIA

Sônia Schmorantz

Poesia da Natureza

Não há palavras que cantem

como as ondas quando batem nos rochedos,

borbulhando azuis no verde sem fim da mata que o cerca.

Não há palavras que possam

dizer deste infinito azul que enche os olhos,

paz na contemplação,

sonhos  espalhados ao vento e ao mar,

conchinhas e segredos na areia,

barcos solitários em baias azuis,

felicidade sem motivo,

coração sereno,

amo este mar!

About these ads

02/05/2010 - Posted by | Uncategorized

7 Comentários »

  1. Es fácil amar ese mar que posee tanta belleza.

    Comentário por arobos@terra.es | 02/05/2010 | Resposta

  2. Olá Sonia!
    Esse mar, azul, lindo e cintilante, é um encanto para o olhar e uma enorme paz de espírito!
    Uma abraço.
    Vitor

    Comentário por vitor chuva | 03/05/2010 | Resposta

  3. an o q q nada aver quem são os dois loucos

    Comentário por maria | 28/07/2010 | Resposta

    • que nada haver quem as loucas

      Comentário por maria | 28/07/2010 | Resposta

  4. Adurem

    Comentário por uiuj9io | 07/04/2011 | Resposta

  5. muito bom isso fala da natureza adorei essa imagens

    Comentário por laura | 09/04/2011 | Resposta

  6. Respirar, sentir o vento no rosto, sentir a vida, a natureza o ar a paz….olhar o mar..isto é Deus nos tocando de uma forma sútil… mostrando como a vida é simples, bela e pura…

    Comentário por Kate | 22/07/2011 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: